RSS

Magia do Deserto

22 Jan

Era uma vez…

Na cidade de Jerusalém, um jovem caminhava por entre o comércio santificado de artesanatos religiosos, sempre que encontrava alguém, perguntava:
– Onde posso encontrar Deus?
Todos olhavam com espanto e desdém, achando insâno os sândalos da fé que emanavam da profundidade das palavras;
– N
ão sei jovem! – Eram a retórica dos nobres vendedores.
Mas, Khaliu Haddad n
ão desistia, e por entre sua busca, na areia de ouro do deserto encontrou um nômade, solitário e taciturno conversando com seu camelo;
– Onde posso encontrar Deus? – Perguntou Khaliu ao velho homem.
– Vá até aquele oasis, mire atentamente o reflexo na escassa água e você o encontrará!
Khaliu sem exitar caminhou até o pequeno sinal d’àgua, observou o vento ondulando a pequenina península, viu o relfexo do sol, as nuvens caminhando devagar, as folhas verdes tiritando, e seu reflexo junto a todos esses sinais de vida;
– É isso… – Pensou.
Voltando a cidade, um dos nobres vendedores, gritou por entre sua tenda;
– já encontrou Deus jovem? Se encontrá-lo, diga que também o procuro.
Khaliu olhou para o céu, e com a voz presa de sal o respondeu;
– Deus é o reflexo de tudo no fundo dos seus olhos…
E ent
ão partiu de volta para onde seu destino o esperava.

(Texto de  Gabriel Alcaia) www.gabrielalcaia.wordpress.com

 
Leave a comment

Posted by on January 22, 2012 in Filosofia

 

Tags:

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: